DFC - Sequência Animalesca de Bicudas e Giratórias - LP

R$ 39,90
R$ 39,90

Formada na capital federal do país em 1993, a banda DFC segue em atividade ininterrupta. A base sonora sempre foi punk/hardcore e com o tempo o crossover foi se tornando a principal característica. Ainda que participando de splits e coletâneas ao redor do mundo (Japão, Peru, Portugal e República Tcheca), os brasilienses não lançavam um disco cheio há nove anos - desde O Mal Que Vem Para Pior (2005). A espera foi quebrada com Sequência Animalesca de Bicudas e Giratórias e suas 23 faixas, sendo duas bônus regravações (Todos Eles Te Odeiam e O Vírus do Peculato). Da introdução Venom, com narração de Lou Garcia (Warped Reality Pictures, Los Angeles, CA), ao encerramento escondido com a montagem de sons que vão de filmes antigos a memes atuais (e uma roupagem nova a um velho som polêmico), o DFC não dá muito espaço para respiro. Alguns títulos dão a ideia de que a temática da banda continua afiada: A Bosta Humana, O Pão Que o Diabo Vomitou, Dia de Fúria Candango, Pesadelo Anal, Caos Na Capital e Cidade de Merda. As músicas são curtas, raras as que passam de um minuto, velozes, pesadas e repletas de ironia, como em Conversa Pra Boy Dormir (que ganhou clipe), Dirty Sanchez, O Alienista, Almoçando Abutres e Filho da Puta

Uma curiosidade é que este disco foi gravado duas vezes, uma para o CD e uma para o LP, ainda que ambos possuam as mesmas músicas. A do vinil foi num clima “ao vivo no estúdio” em Setembro de 2011 no RockLab, em Goiânia/GO, com Gustavo Vazquez, e masterizado no West West Side Music em NY por Alan Douches (Madball, Municipal Waste, Misfits, Cannibal Corpse, Hatebreed, 25 Ta Life). A versão em CD foi gravada, mixada e masterizada por Marcos Paulo Pagani no Orbis Estúdio, em Brasília/DF, entre Agosto de 2013 e Janeiro de 2014. Existem pequenas diferenças em algumas músicas/letras, mas no final é a mesma briga de rua entre a indignação do cidadão comum e os políticos corruptos roubando a torto e a direito (ou direita). Governo, igrejas e outras instituições estão no alvo de Túlio (voz), Miguel (guitarra), Leo (baixo) e Fabrício (bateria). A capa ficou nas mãos de Zander Rocha, que já fez outros trabalhos do DFC. [Resenha por Ricardo Tibiu]

Tracklist:

01. Venom

02. Não São Casos Isolados

03. Conversa pra Boy Dormir

04. Boletim de Ocorrência

05. A Bosta Humana

06. Puta que Pariu

07. O Pão que o Diabo Vomitou

08. Nasce um Monstro

09. Dirty Sanchez

10. A Sete Palmos do Chão

11. Dia de Fúria Candango

12. O Alienista

13. Ignorante

14. Pesadelo Anal

15. Porrada de (Rua)

16. Almoçando Abutres

17. Sunday Bloody Morning

18. Caos na Capital

19. Cidade de Merda

20. Filho da Puta

21. Skate Inferno

22. Todos Eles te Odeiam (bônus track)

23. O Vírus do Peculato (bônus track)

Google Safe Browsing Norton Safe Web Formas de pagamento